fbpx

Conteúdo de ouro para empreendedores de sucesso

Blog Doria Contabilidade

Descubra agora mesmo como evitar vários Problemas com o MEI!

Descubra agora mesmo como evitar vários Problemas com o MEI!

Sim, graças às normas inerentes ao tipo empresarial, o processo de abertura de uma empresa MEI não é nada complicado. No entanto, por conta dessa facilidade, muitos empresários legalizam seus negócios nessa condição, mas não se atentam para certas regras e detalhes importantes. É nesses momentos que os problemas com o MEI começam a surgir. E não se engane, eles podem ser bem complicados…

Sabendo disso, resolvemos apresentar neste post alguns erros que podem ocasionar sérios problemas com o MEI. Desse modo, você poderá ajustar tudo antes de colocar o seu negócio em risco. Como sempre dizemos, por mais que ter um contador não é obrigatório para um MEI, esse profissional poderá ser um grande trunfo para o seu negócio. De todo modo, acompanhe com atenção…

Problemas com o MEI: não dar atenção aos limites!

Para começar a nossa série de erros que podem ocasionar sérios problemas com o MEI, podemos citar os muitos limites que existem para esse tipo empresarial. Ser MEI é ter acesso a uma série de benefícios, mas isso também indica que o faturamento e outros valores têm um limite.

Normalmente, o MEI está sempre atento ao limite de faturamento. Isto é, a maior parte dos empresários sabe muito bem que um MEI não pode faturar mais de R$ 81 mil por ano. Entretanto, muitos não atentam para o fato de que também há um limite em relação a quanto um MEI pode comprar.

Pois é! Digamos que um MEI opere com compra e venda de produtos. Para poder continuar com os negócios ele deverá fazer a compra dos produtos e o valor dessas compras não pode superar 80% do faturamento da empresa, ou seja, comprar demais pode gerar problemas com o MEI.

Obviamente, esses limites foram criados para poder segmentar a classe empresarial e garantir a proporcionalidade dos impostos a serem pagos, uma vez que um MEI paga um valor mensal fixo.

Cabe lembrar que o limite de faturamento apresenta uma tolerância de até 20%. Assim, se o seu negócio superar o limite em até 20%, você poderá emitir uma guia separada e manter a condição de MEI. Contudo, se essa tolerância for superada também, os valões deverão ser ajustados, considerando multas e juros. Então, monitore o seu faturamento com atenção.

Problemas com o MEI: não controlar as suas finanças!

Dentre os problemas com o MEI, as finanças geralmente aparecem como uma causa constante. Isso acontece, pois as facilidades do MEI acabam fazendo muitas pessoas observarem esse tipo empresarial como se não fosse uma empresa. Devido a isso, elas misturam contas pessoais com as contas do MEI, não controlam seus fluxos, seu faturamento, etc.

Controlar as finanças é um ponto básico para qualquer tipo de negócio e o MEI não foge a essa regra. Por ser um tipo empresarial mais simples, o controle financeiro do MEI não é tão complicado, mas continua sendo essencial. Ademais, embora uma contabilidade para MEI não seja obrigatória, contar com esse tipo de serviço pode ser a chance de ter alguma paz de espírito nesse sentido.

Quando o MEI não possui conhecimentos para lidar com o financeiro, os problemas com o MEI começam a surgir em inúmeras frentes e o negócio é colocado em risco. Com um bom acompanhamento contábil (que nem chega a ser caro, devido à simplicidade desse tipo de empresa) é possível evitar uma boa série de problemas e ainda organizar a empresa visando o crescimento sustentável.

Problemas com o MEI: não fazer as devidas declarações!

Esse é um dos problemas com o MEI mais comuns, principalmente em relação ao Imposto de Renda. Novamente, por conta da forma como as pessoas tendem a observar o MEI, elas são induzidas a acreditar que devem apresentar apenas a Declaração Anual do MEI (que geralmente é feita até o dia 31 de maio de cada ano).

Entretanto, embora a DASN seja obrigatória, declarar o Imposto de Renda, se você estiver dentro das condições de obrigatoriedade, também é. Resumindo, um MEI deve, em linhas gerais, realizar duas declarações: uma como PJ (DASN) e a outra como PF (IRPF).

E o pior, no caso do Imposto de Renda, é que, como foi dito, um dos problemas do MEI é a falta de controles financeiros. Logo, fazer uma declaração de imposto de renda acaba se tornando extremamente complicado quando não se tem uma definição clara das fontes de renda dos valores, etc.

Vamos evitar os problemas com o MEI?

Neste post, tratamos de apresentar alguns problemas com o MEI. Como pôde notar, todos podem ser evitados sem grandes esforços. Bastará o empreendedor entender que um MEI é uma empresa como qualquer outra e que, por esse motivo, ela merece uma atenção em relação ao setor financeiro e às obrigações. Como não poderia deixar de ser, a atuação de um contador, como parceiro de negócios, poderá ser o elemento-chave do seu sucesso, não se esqueça disso!

Por fim, esperamos que agora você saiba como evitar alguns dos Problemas com o MEI, organizando o seu negócio, procurando por um apoio e realizando as declarações. E claro, se você quiser ajuda para evitar esses problemas e ainda fazer o seu negócio crescer, sugerimos que não deixe de falar conosco. Estaremos à disposição para lhe apoiar nos seus empreendimentos. E não deixe também de compartilhar o post, nos seguir nas redes sociais e se inscrever em nosso canal do Youtube para receber dicas supereficientes. Até a próxima!

Gostou desse post? Então compartilhe...

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Receba Nosso Conteúdo de Ouro

Contabilidade Sem Complicações
Descomplique Agora!
Abra a Sua Empresa Agora!
Comece com o pé direito!
Gestão do eSocial Doméstico
Deixe conosco!

Consultas Diversas

Quer realizar consultas de CPFs em diversos órgãos, como o Detran, Serasa, etc? Fale conosco e experimente uma solução rápida que oferecemos especialmente para você!

Tem alguma dúvida?

Deixe a sua mensagem e criaremos conteúdos para atender às suas necessidades!

Doria Contabilidade © | Todos os Direitos Reservados

×