fbpx

Conteúdo de ouro para empreendedores de sucesso

Blog Doria Contabilidade

Dependente no Imposto de Renda? Tire as suas dúvidas sobre o assunto!

Dependente no Imposto de Renda? Tire as suas dúvidas sobre o assunto!

Como todos sabem, fazer uma Declaração de Imposto de Renda exige que sejam levados em consideração muitos dados e informações. Obviamente, em determinados casos, as informações são tantas que as confusões e erros têm uma alta probabilidade de ocorrência e, geralmente, boa parte desses erros é relacionada à figura do dependente no Imposto de Renda.

Pensando nesse assunto e em todas as dores de cabeça que ele gera, resolvemos falar um pouco sobre o dependente no Imposto de Renda. Com isso, você passará a saber um pouco mais sobre essa figura e como declarar as informações relacionadas a ela. Sendo assim, não deixe de conferir até o fim. Vamos começar?

O que seria um dependente no Imposto de Renda?

Bem, se observarmos o significado da palavra dependente, já podemos fazer uma ideia do que seria essa figura no Imposto de Renda. Afinal, o dependente é, literalmente, aquele que depende. Isto é, uma pessoa que necessita de você (e da sua renda) para garantir a própria subsistência.

Em uma concepção lógica, dependentes seriam os filhos de uma pessoa. Entretanto, a norma define uma série de casos em que uma pessoa pode se tornar um dependente no Imposto de Renda.

Antes de apresentarmos a lista com as pessoas passíveis de serem consideradas como dependentes no imposto de renda, é importante definir o que é essa figura e como ela influencia a sua declaração de Imposto de Renda.

Desse modo, de forma resumida, podemos dizer que um dependente é uma pessoa que é citada na sua declaração como alguém que está sob os seus cuidados. Por manter a pessoa nessa condição, você deverá registrar na sua declaração quaisquer ganhos que o dependente possuir, todos gastos com saúde, educação e os bens e propriedades em nome dessa pessoa.

Sim, incluir um dependente no Imposto de Renda exige muitos cuidados e acaba tornando a declaração mais complexa. Todavia, existe um motivo interessante para fazer isso. Falaremos sobre isso mais à frente.

Quem pode ser dependente no Imposto de Renda?

Conforme já havíamos destacado, a norma permite que diversas classes de pessoas sejam incluídas como dependente no Imposto de Renda. Curiosamente, os casos em que isso pode acontecer vão muito além da ideia lógica de que os dependentes são os filhos. Confira:

  • Cônjuge ou companheiro de união estável;
  • Filhos e enteados de até 21 anos, ou de qualquer idade (se não puderem trabalhar), ou de até 24 anos (se estiverem cursando o ensino superior);
  • Irmãos, netos e bisnetos de até 21 anos, desde que o contribuinte tenha a guarda legal;
  • Qualquer menor que esteja sob os seus cuidados, desde que você crie e eduque, tendo a guarda legal deles;
  • Pais, avós e bisavós cujos rendimentos (tributáveis ou não) não superem a casa dos R$ 22.847,76 no ano de 2018;
  • Os sogros também podem ser dependentes, se você tiver citado o seu cônjuge como dependente também. Nesse caso, deverá ser aplicada a mesma regra apresentada acima;
  • Pessoa incapaz, ou seja, menores de 16 anos; pessoa que, por motivo de doença ou deficiência mental, não pode exprimir suas vontades ou viver em sociedade;
  • Dependentes do cônjuge. Nesse caso, será necessário ter declarado o cônjuge como dependente também;
  • Filhos casados ou em união estável, podendo o cônjuge ser dependente também;
  • Parentes falecidos. Caso algum parente falecido no ano de 2018 atenda aos critérios, é possível inseri-lo como dependente no Imposto de Renda 2019;
  • Dependentes que não residem no Brasil;
  • Ex-cônjuge e filhos que recebem pensão alimentícia.

Mas por que incluir um dependente no Imposto de Renda?

Como pôde notar, incluir um dependente no Imposto de Renda pode complicar, e muito, a elaboração da sua declaração. Porém, há um motivo muito claro que faz com que todo esse trabalho seja interessante: cada dependente significa um desconto de R$ 2.275,08 no imposto a ser pago.

Isso mesmo! Quando você inclui um dependente no Imposto de Renda, considerando todos os valores relacionados a ele também, você tem a possibilidade de reduzir o valor a ser pago ou de aumentar o valor a ser restituído. Logo, vale  pena se dar ao trabalho de incluir o dependente no Imposto de Renda.

Apesar dessa situação interessante, é bom lembrar que não é sempre que a inclusão de um dependente pode ser vantajosa para o contribuinte. Pense bem: se o seu dependente tiver em seu nome um grande número de “itens tributáveis”, é possível que o desconto pela sua inclusão não supere o valor adicional que ele gerou.

Resumindo, incluir um dependente no Imposto de Renda é uma situação que deve ser muito bem pensada. Felizmente, com o apoio de um contador experiente, será possível simular essa situação e ter a certeza de que o dependente não será um ônus para a sua declaração.

Vamos incluir o dependente no Imposto de Renda?

Neste post, tratamos de explicar como funciona a questão do dependente no Imposto de Renda. Conforme pôde notar, essa figura pode influenciar consideravelmente os valores a pagar ou a receber. Por esse motivo, consultar um contador para incluir um dependente na sua declaração é mais do que indicado, já que, somente assim, você poderá ter a certeza de que todas as variáveis serão simuladas e que a decisão final será a melhor possível.

Por fim, esperamos que agora você saiba como funciona a questão do dependente no Imposto de Renda e tenha a consciência de que se trata de um assunto muito importante. E claro, se você quiser ajuda para fazer a sua Declaração de Imposto de Renda, sugerimos que não deixe de falar conosco. Estaremos à disposição para lhe ajudar com a sua declaração. E não deixe também de compartilhar o post, nos seguir nas redes sociais e se inscrever em nosso canal do Youtube para receber dicas supereficientes. Até a próxima!

Gostou desse post? Então compartilhe...

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn

Receba Nosso Conteúdo de Ouro

Contabilidade Sem Complicações
Descomplique Agora!
Abra a Sua Empresa Agora!
Comece com o pé direito!
Gestão do eSocial Doméstico
Deixe conosco!

Consultas Diversas

Quer realizar consultas de CPFs em diversos órgãos, como o Detran, Serasa, etc? Fale conosco e experimente uma solução rápida que oferecemos especialmente para você!

Tem alguma dúvida?

Deixe a sua mensagem e criaremos conteúdos para atender às suas necessidades!

Doria Contabilidade © | Todos os Direitos Reservados

×